Notícias

RRF – POUCA ECONOMIA PARA O ESTADO E UM ENORME ENFRAQUECIMENTO PARA VÁRIAS CARREIRAS

A Coluna Giro do Jornal O Popular traz a preocupação dos servidores públicos estaduais com a adesão de Goiás ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF). A iniciativa congela investimento no capital humano do Estado, com cancelamento de progressões e reajustes ao funcionalismo público, entre outras medidas que vão sucatear o atendimento à população. A proposta de arrocho vale para 2022 a 2031 e foi encaminhada à Assembleia Legislativa para avaliação e votação. A adesão ao RRF exclui servidores da Educação, Saúde e Segurança Pública, o que representa mais da metade de todos os servidores, fazendo com que a medida recaia sobre os servidores administrativos das demais pastas.



Postado em 28/05/2021 Por Eduarda Moraes