Notícias

CLIPPING – IPASGO

Em matéria publicada no O Popular neste domingo (12) o Instituto de Assistência dos Servidores do Estado de Goiás (IPASGO) apresentou dados sobre o fechamento do ano em superávit, após ajustes no instituto. Apesar do equilíbrio financeiro, o instituto apresenta problemas com dívidas e cobranças por melhorias na assistência prestada.

O Presidente do Sindipúblico, Nylo Sérgio, destaca que há muitas queixas dos usuários referentes ao plano. “Alguns servidores ainda encontram dificuldade para conseguir consultas médicas em hospitais e clínicas. Mas nós esperamos que aumente o número de credenciados”, defende.

Nylo Sérgio cobra que seja feita a revisão de outras ações do Ipasgo, como o debate da nova licitação para contratação de serviços de apoio operacional para auditoria, que terá um custo de quase R$200 milhões. Nylo defende que as atividades sejam feitas por servidores efetivos, “queremos servidores efetivos e não terceirizados no Ipasgo com contratos milionários”.

Também foi cobrado, pelo Presidente do Sindipúblico, o funcionamento do Hospital do Servidor Fernando Cunha Júnior, tendo em vista que o Governo Estadual cancelou a compra de equipamentos para a unidade.

Para ter acesso a matéria na integra, clique aqui.

Fonte: Assessoria de Comunicação



Postado em 13/01/2020 Por Ana Luíza Carvalho