Notícias

Sindipúblico juntamente com o Fórum de Entidades defende a conclusão do Hospital do Servidor Público

O Presidente do Sindipúblico, Nylo Sérgio, juntamente com integrantes do Fórum de Entidades em Defesa dos Servidores e Serviços Públicos de Goiás foram conferir nesta tarde, 03, a situação das obras do Hospital do Servidor Público. Ao chegar ao local foi constatada a existência do primeiro pavimento em condições de uso temporário como ambulatórios e os demais pavimentos em condições longe de ser considerado concluído, inclusive, muitos ainda no “chão batido e paredes no tijolo cru”.

O hospital que deveria ser uma unidade complementar para os serviços ofertados pelo Instituto Ipasgo teve suas obras iniciadas em janeiro de 2015. A previsão de conclusão era para o mês de abril do ano seguinte, em 2016, totalizando 15 meses de obras e orçamento previsto no valor de R$67.125.256,72 (sessenta e sete milhões cento e vinte e cinco mil duzentos e cinquenta reis e setenta e dois centavos).

Já se passaram mais de 50 meses, as obras não foram concluídas e o valor gasto foi bem acima do orçamento previsto, ultrapassando os 84 milhões de reais. Ainda, há a previsão de gastos de mais 20 milhões até o término da obra.

Durante todo este período foram celebrados vários aditivos de prorrogações, reajustes e acréscimos e em dezembro de 2018, depois de longo tempo de execução da obra e alto valor empregado, a mesma foi suspensa após celebração de mais um aditivo no valor de 5,6 milhões.

O Fórum defende a conclusão do Hospital do Servidor o quanto antes. Todo o recurso investido nas obras é fruto do desconto em folha dos servidores públicos visto que a unidade conta apenas com recursos próprios e não possui nenhum dinheiro investido vindo do Tesouro Estadual.

Fonte: Assessoria de Comunicação



Postado em 03/05/2019 Por Ana Luíza Carvalho